Alan Heinz, Estudante de Direito
  • Estudante de Direito

Alan Heinz

Mangueirinha (PR)
1seguidor18seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Especializando em Direito Administrativo e Constituicional

Comentários

(7)
Alan Heinz, Estudante de Direito
Alan Heinz
Comentário · há 2 meses
vejo muita gente interpretando a constituição federal conforme o CTB, espero que não sejam estudantes de Direito. Pode ser que a política da multa seja correta, mas a CF, veda expressamente a autoincriminação, logo, ou muda a constituição, ou deixa o cidadão exercer o seu direito!, sob pena de aumentar a insegurança jurídica vivida por todos nós!. e não é conversa de bêbado que quer se livrar de blitz, é coisa de um apaixonado pela Constituição da República Federativa do Brasil!

Recomendações

(15)
Igor R.
Igor R.
Comentário · mês passado
Muito bom o artigo! Parabéns! Todavia, discordo de alguns pontos, que observo serem equivocados.

A começar nesta frase: “Atualmente, os grupos de esquerda são conhecidos por apoiarem sistemas sociais, como o socialismo e o comunismo - onde o Estado tem uma influência maior sobre a sociedade. Nesse sistema a soberania estatal ultrapassa as vontades particulares.”. Sobre o socialismo, a afirmação é correta; já sobre o comunismo, este visa a extinção do estado após serem concluídas as condições de socializar os meios de produção e acabar com as classes sociais – algo que deve ocorrer no socialismo. Logo, quando se fala em “comunismo”, tem que se lembrar da ausência de estado. Isto, claro, na teoria.

Sobre a direita estar ligada ao “capitalismo liberal”, observo ser outro equívoco. Liberalismo, enquanto teoria econômica (ou pensamento econômico), não está inserido na dicotomia “direita/esquerda”. Hayek muito bem define que o liberalismo estaria em um terceiro ponto que não seria nem direita e nem esquerda. Basta pensar em um triangulo: em uma ponta estaria a esquerda, em outra a direita e em outro o liberalismo. Enquanto ideologia, vai depender da corrente de pensamento da pessoa, a qual pode estar mais à direita ou mais à esquerda. A meu ver, por exemplo, a decorrência prática do liberalismo leva a descriminalização das drogas, ao casamento civil homossexual, à liberdade das mulheres e etc. Esta visão é compartilhada por muitos liberais no mundo inteiro. E quem majoritariamente defende estas bandeiras no Brasil? A esquerda!

Já um “liberal conservador” (na verdade, um conservador que defende pontos do liberalismo) seria contrário a boa parte do que descrevi acima. No primeiro momento que o liberalismo possa ser contrário aos princípios morais e religiosos desta pessoa, não haverá defesa da liberdade econômica.

Por isto, observo que direita e esquerda devem se definir pelo grau de conservadorismo ou progressismo do ideário defendido.

Para finalizar, capitalismo é um sistema econômico de trocas voluntárias. E mais: um fato da economia (a ideologia pessoal, por si só, não exclui ninguém do capitalismo). Por isto, a meu sentir, não existe “capitalismo social”: existem ideologias que desejam direcionar os frutos do capitalismo para um bem estar social. Nisto entra o liberalismo (em especial o liberalismo social), a social-democracia reformista (que NÃO é marxista), o keynesianismo e etc. E é sempre bom lembrar que existem outras ideologias que, embora não tenham muita divulgação, tem suas visões sobre a economia e a sociedade, como, por exemplo, o anarquismo, o anarcocapitalismo, o minarquismo e etc.

Abraços!

Perfis que segue

(18)
Carregando

Seguidores

(1)
Carregando

Tópicos de interesse

(37)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Alan

Carregando

Alan Heinz

Rua Dom Pedro II, 1033 - Mangueirinha (PR) - 85540-000

Entrar em contato